sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Feliz 2012

Em primeiro lugar, agradeço a Deus e a minha família pela oportunidade deste blog.

Também, agradeço aos amigos autores que dedicaram seu tempo ajudando muitos fãs do SGT.

Concluindo, agradeço a todos que, de certa forma, contribuíram para a evolução do meu trabalho.

Que Deus abençoe a todos e que tenhamos um Feliz 2012!!!!!

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Froyo: ROOT e Bootloaders pela linha de comando

O SuperOneClick nunca funcionou pra mim no Linux, Ubuntu. Por isso vou compartilhar como tive que fazer o root do Android Froyo no meu Galaxy Tab P1000N (vale para P1000L também).
Aqui presumo que o leitor tenha conhecimento da linha de comando e da ferramenta ADB que vem com o Android SDK.

OBS:
  • Este procedimento / exploit só funciona no Froyo.
  • Ele deve funcionar bem parecido no Windows e Mac também.
Root MANUAL para Linux com o SuperOneClick :

Baixar e extrair a versão 2.2 do SuperOneClick e entrar em sua pasta pela linha de comando.

adb push Exploits/psneuter /data/local/tmp
adb push Root/su-v2 /data/local/tmp
adb push Dependencies/busybox /data/local/tmp/
adb shell
cd /data/local/tmp
chmod 0755 busybox
./busybox chmod +x psneuter
./psneuter

Sair do adb shell, caso ele nao saia automaticamente:
exit

Depois...
adb remount
adb shell
cd /data/local/tmp
./busybox cp su-v2 /system/xbin/su
./busybox ln -s /system/xbin/su /system/bin/su
./busybox chmod 6755 /system/xbin/su
./busybox chown root.root /system/xbin/busybox
exit

adb install Root/Superuser.apk
adb reboot

Para testar:
adb shell
Agora observe na tela enquanto executa este comando:
su
Voce deve ver um aviso do SuperUser aurorizando o aplicativo su, e voce deve cair num novo prompt: #, ao invés do $.
Pronto, voce tem acesso de root!

ATUALIZADO 01/Dez/2011:
Para ajudar o Humberto disponibilizou um script na sessão de Downloads que faz automaticamente tudo acima para os usuarios de Linux. Já contém todos os arquivos necessários, não precisa fazer mais nenhum download.

Mesmo não sendo um usuário Linux é muito facil baixar um CD de boot do Ubuntu, reiniciar e bootar pelo CD (não precisa instalar nada nem mexer no seu HD). No Linux não é necessário se preocupar com instalação de drivers nem nada. Basta:
  1. Boot no Ubuntu e entre no Firefox.
  2. Baixe o arquivo do script.
  3. Clique direito nele e manda Extrair aqui.
  4. Entre na pasta criada que contem o exec.sh.
  5. No Tab, em Configuracoes / Aplicativos / Desenvolvimento, habilite USB debugging!
    OBS: Isso deve ser feito com o Tab DESCONECTADO do USB, senão ele não deixa alterar.
  6. Conecte seu Tab na USB.
  7. Clique direito nele e mande Executar.
  8. Pronto, o seu Tab deve reiniciar já com Root e o programa do Bootload Patch instalado.
---

Aproveitando a dica, para quem tem planos além de um simples root, agora vamos desbloquear o Boot Loader.

Agora com o arquivo baixado:
adb install SGT-Bootloader-Patch-v1.00-P1000_L_N_LATIN.apk

Entre no aplicativo Bootloader Patch agora em seu Tab, e permita (allow) ele rodar como SuperUser (aparece um popup perguntando logo na primeira vez que voce entra nele).

Esta imagem mostra o aplicativo inicialmente:
Bootloaders - SIGNED.

Clique em Patch bootloaders, depois em Reboot.
Esta mostra o aplicativo depois de aplicar o patch:
Bootloaders - YOU ARE SAFE!

Pronto, agora podemos fazer flash de Kernels, ROMs, etc. Entre na sessão de KERNEL para baixar o Kernel do Humberto para o Froyo e dicas de instalação.

Settings / About Device, ou Configuracoes / Sobre dispositivo, depois de fazer um flash do Kernel do Humberto:
No meu caso usei a ROM JM2 pois é a original do meu P1000N. Mas o pessoal do P1000L/N costuma usar a última versão do P1000L, a JM9, confome recomendado pelo Humberto.

Links e Refs:
Alroger "Mobile" Filho

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Honeycomb Beta v3.5

Neste post vou colocar os passos para instalação da versão Honeycomb-Beta-v3.5 para os modelos GT-P1000L/N.

LEIA COM ATENÇÃO!


Se trata de uma versão BETA.
Várias funções ainda não foram portadas.
A TV do P1000L não está funcionando ainda.



Funciona:

  • Wifi
  • 3G (com possibilidade de fazer ligações)
  • USB (montando o sdcard "tomaticamente")
  • Instalação de Apps normal

NÃO Funciona:

  • TV (P1000L)
  • Câmera e filmadora
  • Outros itens ainda não identificados.



Quero deixar claro que o intuito deste guia é o de ajudar. 
Não me responsabilizo por eventuais problemas que podem acontecer com seu dispositivo. 

Leia com atenção (o post completo) e FAÇA os pré-requisitos para que não tenha problemas.

Pré-requisitos
  1. Instalação da versão P1000LVJJM9 (downgrade)
  2. Fazer o Root (use o programa SuperOneClick)
  3. Remover a proteção do bootloader - Instruções
  4. Instalação do Kernel HumberOS para o Froyo.
  5. Instruções para instalação do Kernel HumberOS.

Instalação
  1. Faça o download da Rom Honeycomb Beta -v3.5.
  2. Conecte o SGT ao PC.
  3. Copie o arquivo .zip para a raiz do sdcard [interno ou externo].
  4. Após transferir o arquivo, desligue o SGT.
  5. Ligue e entre no modo recovery [power + volume(+)]
  6. Modo Recovery
    - install menu
      -> choose zip from [internal ou external] sdcard
      -> selecione o arquivo .zip copiado.
  7.   -> Yes - Install arquivo .zip copiado.
  8. Aguarde até o fim da instalação.
  9. Após a instalação selecione:
      -> Go Back
      -> reboot menu
      -> reboot system
  10. O primeiro boot é um pouco demorado, pois o sistema e os apps serão instalados.
  11. Nesta versão ainda não temos uma animação durante o boot.
  12. Divirta-se!

domingo, 27 de novembro de 2011

Tudo novo de novo!

Estou com o meu Tab de volta.

Primeiramente, quero agradecer o apoio de todos, em especial das pessoas que colaboraram, através de doações, como ajuda de custo, no pagamento à assistência técnica.

Bom, resumindo a agenda de minhas atividades, eu pretendo finalizar a portabilidade do Honeycomb para o P1000L/N, pois falta muito pouco para isso. Sei que não é a versão mais recente e que provavelmente não teremos a TV do P1000L no HC, mas para os curiosos de plantão (assim como eu), vou fazer uma versão latina do HC.

Ice Cream Sandwich
Com a liberação do fonte (do ICS) pelo Google, é possível compilar a nova Rom, porém ainda falta o mais importante, que é portar os drivers para o Kernel 3.0. E é exatamente neste trabalho (desafio), junto com os colegas do XDA, que eu quero dedicar o meu tempo, para que possamos ter uma versão latina do ICS para o Tab.

Já cheguei a compilar a rom ICS (quase 5 horas no processo de compilação) mas ainda temos muito trabalho pela frente.

Agora com o Tab na mão fica mais fácil testar e fazer a bagunça de sempre...

Mais uma vez, obrigado a todos!
Aguardem novidades em breve!!!

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Assistência Técnica - Parte 2

Nada do GT!!!

Liguei para AT, ontem a tarde, e só soube que ele estava no laboratório para análise.

Bom, nessa espera, resolvi mudar um pouco o visual aqui. Entender como funciona os xmls do blogger.... Mas, não foi só isso que eu fiz.

Temos neste blog um autor chamado Alroger, grande camarada que tem um GT modelo P1000N e que é um usuário avançado. Em um post de seu blog, ele fez referência a um profissional que recupera GT com problemas no boot, semelhantes ao meu problema. Este profissional faz uso de uma ferramenta chamada RIFF BOX JTAG.


Baixei vários PDFs sobre recuperações de dispositivos com RBJ e comecei a entender como essa ferramenta funciona. Realmente ela é muito poderosa e está em minha lista de aquisições futuras.


O investimento não é caro se compararmos com a possibilidade de um reparo cobrado pela AT ser maior de R$ 500,00.

Além disso, quem sabe essa ferramenta pode até se pagar visto que ela trabalha com vários dispositivos e pode ser usada numa eventual prestação de serviços.

No post anterior, recebi uma dica do nosso colega Carlos Samuel sobre um componente chamado "Jig Usb" e que o mesmo está sendo vendido no Mercado Livre. O proposta do dispositivo é interessante, ele propõe reviver o dispositivo morto e o colocar em modo download, pronto para receber os arquivos da nova Rom. Além de zerar o contador de Rom instalada (novidade pra mim), vi também que o padrão de conexão dele é o micro usb (diferente do nosso GT). Mas fucei um pouco no eBay e acabei achando um adaptador micro usb para 30 pinos (padrão dos GTs). Encomendei as peças para testar.

Jig Usb: Mercado Livre
Adaptador: eBay
Bom, esperando...

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Assistência Técnica - Parte 1

Honeycomb!

Esse foi o motivo pelo qual meu tab foi parar na assistência técnica.

Meu problema...

Instalação do Honeycomb!

Bom, antes de instalar a JM9, eu instalei a versão atual do HC em cima da versão HumberOS-2.1. Resultado: O tab ficou reiniciando o tempo todo e eu perdi o touchscreen.

Mas isso já era esperado, pois o kernel é diferente e a Rom precisa de outros arquivos de boot. O que eu queria mesmo era extrair o ramdisk e comparar com os arquivos que eu já tinha.

Bom, consegui extrair os arquivos e montar um arquitetura para compilação de um kernel compatível com os modelos P1000L/N.

Então voltamos para o processo de instalação do HC.

Para instalar a versão Honeycomb é preciso fazer um downgrade de ROM... isso mesmo, temos que voltar para o Froyo, com a Rom JM9.

Lembremos então que essa Rom tem o bootloader bloqueado. Para quem ainda não sabe o que é isso, recomendo a leitura deste post.

Bom, instalei a Froyo - JM9, coloquei o root e apliquei o patch para remover a assinatura do bootloader. Até então, tudo certo e tudo pronto para começar o processo de portabilidade.

Pensei... bom, se removi a proteção do bootloader, então posso extrair os arquivos de boot do sistema e fazer um bootloader "curado". E foi exatamente aí que eu cometi um erro que já sabia que poderia causar problemas.

Resumindo, extraí os arquivos de boot (boot.bin e Sbl.bin) e instalei eles novamente com a Rom JM9.

Matei o Tab! Não liga, sem sinal de vida!

Bem que eu digo a todos, MUITO CUIDADO com os arquivos de boot. Eles são os únicos arquivos de uma Rom que podem danificar o Tab, a ponto de precisar da assistência técnica.

Então, neste momento estou aguardando meu Tab voltar da assistência para continuar o trabalho com o HC.

Vamos aguardar a nota fiscal!!! kkkk......


terça-feira, 15 de novembro de 2011

Código Fonte - HumberOS

Pra quem ainda não sabe, todo o meu trabalho com o Tab pode ser baixado e compilado.

Atualmente, mantenho os fontes do meu trabalho no http://github.com, que é um serviço na nuvem para versionamentos.

Neste serviço também existe a possibilidade de abrirmos problemas para as versões publicadas, bem como também de comentá-las.

Aos desenvolvedores e curiosos de plantão eu faço o convite para visitar, estudar e quem sabe tentar "cozinhar" o seu próprio kernel.

Fica aí a dica!



Sejam todos muito bem vindos!





Por motivo de espaço, eu movi meus fontes para outro reposítório.

http://code.google.com/u/humberos

Me desculpe a inconveniência!

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Kernel 20111102

Kernel
  • Versão: 2.3.3 - Gingerbread
  • P1000L ou N
Novidade
  • Ajustes no Undervolt Interno
  • Ajustes no comportamento de Power | Hibernate | Wakeup
  • Ajustes na Função BLN
  • Ajustes no driver de touchscreen
Código Fonte
Instalação

domingo, 30 de outubro de 2011

Consumo de Bateria

Depois da publicação da HumberOS versão 2.1, eu recebi vários feedbacks. Agradeço a todos pela contribuição. Sem estes feedbacks, com certeza, o meu trabalho não tem muito sentido.

Dentre as mensagens, as mais comentadas foram sobre o consumo de bateria. Com isso eu resolvi mapear este consumo e tentar entender porque isso está acontecendo.

Neste último kernel, eu alterei várias coisas, dentre elas, a frequência de processador utilizada no driver touchscreen. A frequência era 800MHz. Então eu resolvi aumentar essa frequência para 1GHz. Utilizei como base um kernel de um colega do XDA e dos posts de seus seguidores. 

Hoje, baixei os fontes do kernel Overcome. Vi que neste kernel, ele utiliza somente 600MHz no driver. Com isso resolvi alterar o kernel para ver se nosso consumo, agora maior, tivesse queda e se essa frequência não impede o funcionamento de APPs.

Estou compilando o kernel agora.
Vou testar e se tiver bons resultados eu irei publicá-lo.

Inté!


sexta-feira, 28 de outubro de 2011

HumberOS-v2.1

Neste post vou colocar os passos para instalação da minha versão HumberOS-v2.1 [Gingerbread - 2.3.3] para os modelos GT-P1000L/N.

Todos os itens da versão retail (JP2) estão funcionando nesta versão, por exemplo, a TV analógica/digital.

Quero deixar claro que o intuito deste guia é o de ajudar. 
Não me responsabilizo por eventuais problemas que podem acontecer com seu dispositivo. 

Leia com atenção (o post completo) e FAÇA os pré-requisitos para que não tenha problemas.



Especificações


ROM
  • APK e Framework Deodexed e Zipaligned
  • Root e Busybox
  • Reboot/Recovery/Download [opções no botão desligar]
  • Ajuste no GPS
  • Sons de início e desligamento removidos
  • Novo Market 3.2.0 (versão ICS)
  • Novo ícone da bateria com a informação numeral da quantidade restante.
  • Pop-ups customizados.
  • Novo bootanimation (arte feita pelo Alberto Maciel)
  • Novos wallpapers (obrigado Alberto Maciel)
KERNEL
Curiosidade

Para quem ainda não conhece, eu coloquei um APP chamado LCD Density. Este APP permite que você aumente a resolução do Tab, o que possibilita aproveitar o tamanho da tela para organizar ícones e widgets.

Só que tem um fato curioso. O número que representa resolução padrão para o nosso tab é 240, e eu testei alterando até 200. Percebi que ganhei muito espaço mas não conseguia ler mais os números da vida da bateria, pois ficaram pequenos. Por isso resolvi alterar a imagem da bateria e agora consigo ler nessa resolução.

Um cuidado especial é que, quando alteramos a resolução, alguns APPs se comportam de forma estranha. As telas não ocupam mais a área útil... mas isso é erro de construção do APP. Bom, um problema mais sério que encontrei ao alterar a resolução foi o comportamento do Market. Ele simplesmente não instala alguns APPs caso a resolução esteja alterada. Neste caso, basta voltar para resolução normal, limpar o cache do Market e instalar o APP desejado.

Pré-requisitos

Esta versão pode ser instalada sobre a versão HumberOS-v2.0 normalmente seguindo os passos de instalação... colocando o arquivo no sdcard e...

Recomendo fazer o backup dos APPs de usuário da versão correspondente [Gingerbread]. Backup (APPs de usuário) de outra versão, froyo por exemplo, pode dar problema.

Em qualquer situação, se restaurar backup de arquivos de sistema, entre uma instalação e outra, é possível que tenha problema.


Caso não tenha a versão HumberOS-v2.0 instalada, então deverá proceder com as instalações abaixo:
  1. Instalação da versão P1000LVJJP2 (stock P1000L) ou P1000NUBJP7 (stock P1000N).
  2. Instalação do Kernel "zImage_ltn_20110925", pois se trata de um pacote para o Odin ( pois ainda não existe o CwM Recovery instalado). A nova versão do kernel já está embutida na instalação da rom HumberOS-v2.1.
Caso JÁ tenha a HumberOS para Gingerbread, proceda para a instalação.
  1. Esta versão pode ser instalada sobre qualquer versão HumberOS com Gingerbread normalmente seguindo os passos de instalação... colocando o arquivo no sdcard e... conforme abaixo.

Instalação
  1. Faça o backup (APPs de usuário apenas).
  2. Verifique o backup.
  3. Faça o download da Rom HumberOS-v2.1.
  4. Conecte o SGT ao PC.
  5. Ligue o modo transferência de arquivos pela USB.
  6. Copie o arquivo .zip para a raiz do sdcard [interno ou externo].
  7. Após transferir o arquivo, desligue o SGT.
  8. Ligue e entre no modo recovery [power + volume(+)]
  9. Modo Recovery
    - install menu
      -> choose zip from [internal ou external] sdcard
      -> selecione o arquivo .zip copiado.
  10.   -> Yes - Install arquivo .zip copiado.
  11. Aguarde até o fim da instalação.
  12. Após a instalação selecione:
      -> Go Back
      -> reboot menu
      -> reboot system
  13. O primeiro boot é um pouco demorado, pois o sistema e os apps serão instalados.
  14. Divirta-se!

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Voltage Control

Neste post vou explicar como funciona o app Voltage Control e como está configurado o meu Galaxy Tab (P1000L).

Tela 01
Logo ao abrir o APP vemos as opções disponíveis na aba "General" para configuração do Tab.
Em meu Tab eu utilizo no I/O Schedule, a opção SIO.

No CPU Governor eu utilizo a opção "lagfree".

Após escolher as opções acima, eu determino em que frequência (min/max) o meu clock vai funcionar.

No meu caso eu configurei para mínimo 200Mhz e máximo 1400Mhz.
Chamamos isso de Overclock, pois o Tab vai trabalhar com uma frequência máxima acima da frequência padrão, que é 1000Mhz.

Dependendo da utilização do Tab, alguns usuários já reclamaram de travamentos e reinicializações. Se isso acontecer, diminua a frequência máxima para 1200Mhz, se continuar, deve ficar estável.

Após selecionar, clicamos com o botão "menu" ( botão esquerdo ) e salvo as modificações clicando em "Save as boot settings" e "Save profile" (Tela 02).


Tela 02


Na aba Advanced, vemos a lista de frequências (Tela 03) do clock e a quantidade de voltagem utilizada na frequência correspondente.

Tela 03
 Eu configurei o meu Tab para funcionar com -50mV em todas as frequências. 

Isso significa que, em cada frequência do clock eu estarei usando uma voltagem menor, com isso aumento a vida da bateria.
ATENÇÃO
Até o momento essa configuração está estável em meu tab, porém, se o Tab travar, reiniciar, etc, então é necessário remover essa configuração.

Isso pode ser feito no próprio Voltage Control ou no wipe menu do modo recovery. Para acessar o modo recovery, ligue o tab segurando o botão volume+.

Tela 04

  Após configurar, clico no botão esquerdo (menu) e seleciono as opções "Save as boot settings" e "Save profile".

Utilizando este recurso é possível aumentar muito a autonomia da bateria. Que, no meu caso, já chegou a 2 dias.

Inté!

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

HumberOS-v2.0

Neste post vou colocar os passos para instalação da minha versão HumberOS-v2.0 [Gingerbread - 2.3.3] para os modelos GT-P1000L/N.

Todos os itens da versão retail (JP2) estão funcionando nesta versão, por exemplo, a TV analógica/digital.

Quero deixar claro que o intuito deste guia é o de ajudar. 
Não me responsabilizo por eventuais problemas que podem acontecer com seu dispositivo. 

Leia com atenção (o post completo) e FAÇA os pré-requisitos para que não tenha problemas.



Especificações


ROM
  • APK e Framework Deodexed e Zipaligned
  • Root e Busybox
  • Reboot/Recovery/Download [opções no botão desligar]
  • Ajuste no GPS (Angry GPS)
  • Sons de início e desligamento removidos
  • Gmail, eBook, VoltageControl, VoodooSound, Titanium Backup
  • Gtalk com vídeo chamada
  • Novo ícone da bateria com a informação numeral da quantidade restante.
  • Pop-ups customizados.
    KERNEL
    Curiosidade

    Nesta versão [Gingerbread], muita gente reclamou que ao plugar o Tab na porta USB do computador, estava aparecendo um ícone como se o Tab não estivesse sendo carregado.

    Ícone
    Na verdade isso não é um problema.
    De fato, essa versão não considera carregamento [apesar de carregar aos poucos - se o tab não estiver realizando nenhum tipo de tarefa pesada] quando conectado no PC via USB. Então, atendendo a maioria, eu configurei, para essa versão 2.0.0, uma animação para avisar do carregamento quando estiver plugado via USB -> PC.

    Pré-requisitos
    1. Instalação da versão P1000LVJJP2 ou P1000NUBJP7.
    2. Instalação da última versão do Kernel HumberOS para o Gingerbread.

    Instalação
    1. Faça o download da Rom Humberos-v2.0.
    2. Conecte o SGT ao PC.
    3. Ligue o modo transferência de arquivos pela USB.
    4. Copie o arquivo .zip para a raiz do sdcard [interno ou externo].
    5. Após transferir o arquivo, desligue o SGT.
    6. Ligue e entre no modo recovery [power + volume(+)]
    7. Modo Recovery
      - install menu
        -> choose zip from [internal ou external] sdcard
        -> selecione o arquivo .zip copiado.
    8.   -> Yes - Install arquivo .zip copiado.
    9. Aguarde até o fim da instalação.
    10. Após a instalação selecione:
        -> Go Back
        -> reboot menu
        -> reboot system
    11. O primeiro boot é um pouco demorado, pois o sistema e os apps serão instalados.
    12. Divirta-se!

    sexta-feira, 30 de setembro de 2011

    P1000LVJJP2 [Gingerbread 2.3.3]

    Neste post vou colocar os passos para instalação da versão JP2 [Gingerbread - 2.3.3] para o modelo GT-P1000L.

    TV Funcionando!

    Quero deixar claro que o intuito deste guia é o de ajudar. 
    Não me responsabilizo por eventuais problemas que podem acontecer com seu dispositivo.

    Ferramentas e Drivers

    As ferramentas disponíveis são:

    Os drivers do SGT podem ser obtidos através da instalação do Kies [Windows e Mac]. Para Linux, não há necessidade de instalar os drivers.

    Tabela de Partições

    • É muito importante informar ao programa instalador [Heimdall/Odin] como está dividido as partições do seu dispositivo. Clique aqui para fazer o download do arquivo.
    Instalação

    Procedimentos iniciais:

    1. Faça o download da Rom P1000LVJJP2.
    2. Descompacte o arquivo .zip.
    3. Faça o download do PIT (tabela de partições).
    4. Instale os drivers do SGT.
    5. Coloque o SGT em modo download [para fazer isso, desligue o aparelho e ligue novamente segurando os botões Power + Volume(-)]
    • ODIN
    Tela do Odin3-v1.7 configurada para instalação

    1. Abra o Odin.
    2. Clique no botão PIT e selecione o arquivo P1_add_hidden.pit [tabela de partições].
    3. Verifique as opções selecionadas: Re-Partition, Auto Reboot, F. Reset Time, Phone EFS Clear, Phone Bootloader Update.
    4. Clique no botão PDA e selecione o pacote .tar.
    5. Conecte o cabo USB do SGT no computador.
    6. Verifique no campo ID:COM se o Odin reconheceu o seu SGT [destaque em amarelo].
    7. Tenha certeza de que não vai faltar energia elétrica no meio da instalação, isso pode danificar seu dispositivo. É mais seguro usar o notebook ou um computador com nobreak.
    8. Clique no botão Start para começar a instalação.
    Proteção nos arquivos de boot

    Nesta versão, há uma proteção nos arquivos de boot. Porém, essa proteção não impede a customização do SGT.


    Kernel Customizado

    Já compilei uma versão de kernel customizado para essa ROM. Você pode encontrar na seção de download deste blog. Instruções para instalação de um kernel você pode encontrar neste link:

    http://www.humberos.com.br/2011/09/instalando-kernel.html

    Solução de Problemas

    Caso tenha problemas após a instalação, erros do tipo, mensagens em vermelho no modo recovery, recomendo que faça um factory/reset e um wipe partition. Após esses passos, coloque o tab em modo download e instale a rom novamente. Este procedimento é importante pois alguns Apps, por exemplo, GTalk, Gmail, etc, são instalados no modo recovery. E se você teve erro após a instalação, provavelmente estes APPS não foram instalados. Até que eu termine o meu pacote de instalação via CwM, teremos esse tipo de problema.

    quinta-feira, 18 de agosto de 2011

    Heimdall e Odin3

    Recebo vários emails com dúvidas de utilização de ferramentas para instalar/atualizar o SGT. Atualmente temos duas excelentes ferramentas, o Heimdall e o Odin.

    Meu primeiro Android foi um Galaxy S I9000B. Nesta "época" eu só tinha como informação a utilização de uma ferramenta para atualizações, o Odin. Fiz várias atualizações com meu SGS através do Odin, algumas foram bem sucedidas, outras foram bem complicadas. Mas eu não tinha interesse em aprofundar meus estudos com o Android ainda.

    Após o SGS, eu comprei um SGT, e então, com a experiência de um usuário iniciante resolvi usar o Odin para instalar a primeira Rom [JJ3] sem vínculos com operadoras de telefonia. A primeira tentativa não deu certo. Não conseguia mais iniciar o SGT. Não entendia o que poderia estar errado. Neste momento, pensei que não deveria mais simplesmente seguir os passos em fóruns e então comecei a querer entender como funciona o processo.

    Nessa busca eu conheci um projeto de ferramenta para instalações de firmware e que poderia ser utilizada de forma transparente. Foi quando eu  comecei a utilizar o heimdall. Sou usuário Linux há bastante tempo e com isso acumulei algum conhecimento para utilização da linha de comando, o que facilitou muito a forma de entender os procedimentos de instalação com heimdall.

    Minha ferramenta passou a se chamar heimdall.

    Para quem está acostumado com o Odin, ok! Continue! Não quero aqui, neste espaço, favorecer ou menosprezar o trabalho de ninguém. A proposta do Odin é excelente e o programa entrega aquilo que o usuário deseja que ele faça.

    Com o heimdall, por exemplo, eu tenho mais flexibilidade para instalar somente um ou outro arquivo separadamente, sem precisar empacotar [compactar para .tar] nada, na verdade é o contrário, você tem que descompactar o arquivo que o Odin utiliza para que esses sejam utilizados pelo heimdall.

    Conhecendo os arquivos e o que cada um representa na instalação fez com que eu aprofundasse ainda mais meus estudos sobre o SGT. Claro, cada arquivo tem a sua função e é necessário entender cada um deles.

    Segue um exemplo de instalação com heimdall, usando linha de comando:

    heimdall flash --repartition --pit P1_add_hidden.pit --factoryfs factoryfs.rfs --cache cache.rfs --dbdata dbdata.rfs --primary-boot boot.bin --secondary-boot Sbl.bin --param param.lfs --kernel zImage --modem modem.bin

    Por exemplo, não quero instalar novamente os arquivos de boot e também não quero reparticionar. Então devo escrever uma linha assim:

    heimdall flash --factoryfs factoryfs.rfs --cache cache.rfs --dbdata dbdata.rfs  --param param.lfs --kernel zImage --modem modem.bin

    Agora, quero instalar somente o modem:

    heimdall flash --modem modem.bin

    Quero instalar um kernel novo, mas eu quero deixar o arquivo junto com os demais. Basta renomear o arquivo. Por exemplo, seu novo kernel agora tem o seguinte nome "zImage_ltn_20110818":


    heimdall flash --kernel zImage_ltn_20110818


    Mas essa liberdade pode prejudicar. Imagine passar o seguinte parametro dizendo que o primary-boot é o arquivo Sbl.bin. "Isso deve doer um bocado!" Então, temos que estudar e entender o que representa cada arquivo para não cometer erros...